All for Joomla All for Webmasters

Os cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade

0
0
0
s2smodern

Os leigos não pertencem à Igreja, eles são Igreja. Pela graça do batismo, incorporados no corpo místico de Cristo, os leigos são riqueza e beleza do testemunho. Eles animam, revigoram e alegram as comunidades de fé. Como Igreja os leigos são agentes transformadores da sociedade, mudando as estruturas injustas e pecaminosas que produzem tantas doenças, mortes e tristeza, afirma Dom Severeino Clasen – bispo de Caçador SC.

A primeira mudança é a de que os leigos entendam verdadeiramente sua vocação cristã e o sentido do seguimento a Jesus Cristo na família, no trabalho, na sociedade e na Igreja. Assim, os leigos são verdadeiramente agentes de transformação e animação da vida da Igreja na sociedade. Não podemos imaginar os leigos fora da sociedade e da Igreja. Precisam ser sal, fermento, luz, encanto, alegria e mudança. A conversão de todos favorece que haja a construção de uma sociedade justa, saudável, solidária que o evangelho exige de nós.

Neste intuito realizou-se a 54º Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), realizado em Aparecida (SP), de 6 a 15 de abril. Na ocasião, o episcopado brasileiro aprovou o Estudo 107 da CNBB, intitulado Cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade – sal da terra e luz do mundo. Dom Sérgio da Rocha afirma que “necessitamos muito de um laicato atuante na Igreja e na sociedade. Não pode haver uma ‘Igreja em saída’ sem a participação efetiva dos cristãos leigos e leigas”.

Pe. José Loinir Flach

Sites Católicos

Siga-nos no Facebook

Acessos

Hoje1
Ontem80
Semana530
Mês1387
Total262112

A Paróquia

Fundada em 1º de janeiro de 1964, a paróquia é formada por sete comunidades:

- Nossa Senhora Aparecida
- Nossa Senhora de Fátima
- Nossa Senhora de Lourdes
- Santa Cruz
- Santa Rita de Cássia
- São Francisco de Assis
- São José Operário

Benfeitores