All for Joomla All for Webmasters

A misericórdia deve distinguir o cristão

0
0
0
s2smodern

Na parábola do filho pródigo nos é descrito o rosto do Pai. Deus Pai revela-se misteriosamente, pacientemente, suavemente pela liberdade do filho mais novo que pede a herança. Pedir a herança é sinal que o filho estava matando o Pai! Só se divide os bens quando há a morte.

O curioso desta história é “avistando ao longe o filho o pai sentiu compaixão”. Deus sempre está a nossa espera. Não foi por acaso que o Pai avistou o filho. Na verdade o Pai estava ansiosamente esperando a volta do filho. Curioso também é o relato sobre o filho mais velho: “o Pai insistia com ele” para que entrasse na festa. Mas, pelo jeito o filho mais velho não soube perdoar! Acolher! Ser irmão! Misericórdia é a virtude que deve distinguir a alma do cristão.

Uma coisa é certa: que ninguém duvide da misericórdia de Deus. Deus sempre está a nossa espera.  O coração de Deus é essencialmente misericordioso. A misericórdia está no centro dos planos de Deus. Na pessoa de Jesus de Nazaré, por suas palavras e ações e por toda a sua pessoa revela a misericórdia, especialmente na entrega de seu Filho na cruz. Nós o ouvimos gritar estas preciosas palavras: “Pai, perdoa-lhes”.  A misericórdia divina identifica a própria natureza de Deus, relacionada com toda a ordem criada. Não conhecemos a Deus se não conhecemos a sua Misericórdia. É o evangelho por excelência. Não ouvimos nem vivemos o Evangelho se nossos corações e nossas vidas não se abrirem à Misericórdia de Deus.

Pe. José Loinir Flach

Sites Católicos

Siga-nos no Facebook

Acessos

Hoje4
Ontem77
Semana371
Mês1672
Total265309

A Paróquia

Fundada em 1º de janeiro de 1964, a paróquia é formada por sete comunidades:

- Nossa Senhora Aparecida
- Nossa Senhora de Fátima
- Nossa Senhora de Lourdes
- Santa Cruz
- Santa Rita de Cássia
- São Francisco de Assis
- São José Operário

Benfeitores